domingo, 9 de março de 2008

"Passageiro" Videoarte[2004]

video

OBJETIVOS DO PROJETO


CINEBARIBE é um projeto completo que tem como objetivos específicos a inclusão social através da comunicação e aborda a comunicação como um direito humano. A proposta do projeto é trabalhar com desenvolvimento humano-social através de oficinas de fotografia criativa e vídeo experimental, a partir do pensamento da comunicação no século digital – a democratização da informação pela filosofia da Internet 2.0. O público específico são jovens e adolescentes que habitam comunidades ribeirinhas às margens do Rio Capibaribe.

O projeto CINEBARIBE foi desenvolvido dentro da filosofia do aprendizado transdisciplinar, portanto, é um projeto que lida com artes, comunicação e novas tecnologias.

O projeto é baseado em 4 pilares básicos que são:

  1. Formação: Serão oferecidos durante 3 meses oficinas em fotografia criativa e vídeo experimental quando os educandos irão desenvolver habilidades no manuseio em novas tecnologias tais como: uso de aparelho celular e câmeras digitais. A usabilidade de tais ferramentas será feita de forma consciente e eficiente, pois o objetivo da oficina é estimular e desenvolver o pensamento criativo e filosófico do educando para aplicar as novas tecnologias. Após esse processo de desenvolvimento da criatividade dos alunos e da consciência sobre o inteiro processo da comunicação, iremos partir para o momento da FOTOGRAFIA CRIATIVA. Os alunos irão criar artes fotográficas usando software de edição de imagens. Após trabalhar a fotografia criativa, os alunos aprenderão a construir “narrativas imagéticas multimidiáticas” (vídeo experimental) e aprender como alocar sua arte na plataforma digital, sendo assim incluídos na comunicação GLOBAL. Obs: Para avaliar os resultados dos alunos das oficinas anteriores do autor do projeto, acessar www.youtube.com/user/oimaginauta

  1. Difusão: Ao final de cada oficina será gerada uma mostra coletiva de artes - o Happening Hours. Mensalmente, iremos montar uma exposição com os trabalhos de fotografia criativa dos alunos como também a projeção do material audio-visual dos mesmos. O evento agrega: fotografia, audio-visual – material desenvolvido pelo projeto CINEBARIBE; e convidados que atuam em discotecagem, grafitagem, performances e instalações. Exaltando que o grande diferencial do projeto é o que caracteriza o nome do mesmo, um catamarã no qual iremos adaptar um telão e sistema de som, para que o mesmo navegue pelo Rio Capibaribe e ancore em pontos específicos para projetar o resultado dos trabalhos dos alunos para os espectadores que estarão à margem do rio. É realmente um projeto voltado para resignificar o senso comum a respeito de “comunidades marginais”! .
  2. As comunidades serão aquelas as quais pertencem os educandos, para que eles possam ver seu trabalho sendo apreciado por seus colegas de bairro, fortalecendo assim sua auto-estima e senso de participação no desenvolvimento social local. Cada mês de oficina, gera uma mostra no Capibar e três sessões fluviais.

  1. Inclusão: Uma vez que os educando terão seus projetos difundidos a partir dessas ações culturais geradas pelo CINEBARIBE, como uma ação integrada e indivisível, incluiremos tanto o CRIADOR quando a sua CRIATURA na sociedade local. Objetivamos fortalecer a auto-estima do indivíduo através da arte a da filosofia. Acreditamos que através da arte, podemos trabalhar no resgate da identidade lúdica do sujeito, como também o fortalecimento do seu papel social e de construção do ‘todo’ social.

  1. Registro Histórico: É verdade que todo o equipamento utilizado na oficina é amador, e o software utilizado também é de baixa complexidade, porém o resultado estético dos trabalhos pode ser fascinante! Como atuaremos no desenvolvimento do sujeito lúdico paralelamente, iremos incentivar a linguagem cognitiva de expressão sensorial sobre como cada indivíduo vê-se no mundo e o mundo ao seu redor. Neste momento damos plena liberdade para que sejam criadas obras fotográficas e audiovisuais baseados na liberdade de expressão, como também iremos desenvolver uma mostra de trabalhos com temas específicos norteando assim a criação dos alunos, que poderão desenvolver imagens sobre: meio ambiente, sociedade, cotidiano, arquitetura, turismo, ou seja, é possível direcionar o trabalho. No projeto CINEBARIBE trabalharemos a questão da conscientização sobre meio ambiente.

Como o tema social do projeto é a questão da comunicação no século digital através da “linguagem imagética multimidiática” – fotografia criativa e vídeo experimental, a equipe do projeto criará um BLOG contendo todo material imagético desenvolvido pelos educandos, como também disponibilizará uma ferramenta para interagir com o público que poderá participar da ação a partir de trocas de idéias e também acompanhar o processo on-line. Iremos alocar na Internet todo o material produzido pelo curso.

Pensamos também em desenvolver 300 DVDs com o material ImaginautasCINEBARIBE e criar uma biblioteca virtual.

JUSTIFICATIVA DO PROJETO


Há muitas comunidades carentes sitiadas às margens do Rio Capibaribe. São comunidades onde o grau de violência é altíssimo, onde se encontram vários tipos de problemas sociais, como violência doméstica, urbana, tráfico, baixa escolaridade e problemas de infra-estrutura.

Essas comunidades são consideradas marginais e geralmente não têm condições para desenvolver projetos auto-executáveis pelos problemas acima citados, dentre outros e por isso é necessário que pessoas – intelectuais, artistas, produtores culturais e outros, dispensem atenção especial para atuar em parceria com estas comunidades. Baseando-se na Ética da Solidariedade – Edgar Morin - como pilar para o desenvolvimento humano-social, foi criado o CINEBARIBE.

Com este projeto, solidificaremos ações que atuam em:

I. Desenvolvimento humano a partir da arte e da filosofia;

II. Fortalecimento de comunicação para que os jovens e adolescentes possam participar do processo de comunicação global pela Internet e uso da imagem;

III. Criação de material audiovisual para uma biblioteca virtual pública que será lançada na web em uma plataforma FREE ( youtube.com )

IV. Geração de material de registro histórico que servirá para difundir e informar às gerações presentes e futuras sobre os temas sociais em desenvolvimento;

V. Produção de mostras coletivas para as comunidades atingindo assim a população local, além do educando.

Estimular o talento criativo natural de cada indivíduo e a continuidade de produção artística dos participantes que poderão agregar os novos conhecimentos aos projetos de inclusão digital amplamente desenvolvido nos dias de hoje, tanto por iniciativa do governo quanto da rede privada – exemplo: Expresso Cidadão, os laboratórios móveis da prefeitura, lan houses e outros.

ESTRATÉGIA DE AÇÃO

Fotografia&Arte [GhustavoTávora]

Estratégia de ação passo a passo:

  1. Aquisição de dez câmeras digitais;
  2. Contratação de dois arte-educadores voltados para a questão da comunicação digital e da linguagem imagética multimidiática;
  3. Formação de dois mobilizadores que serão responsáveis por identificar e formar as turmas com os adolescentes e jovens das comunidades a partir de visitas e entrevistas;
  4. Espaço para aulas sobre Ecologia e Meio-Ambiente, Fotografia e Filosofia;
  5. Locação de uma LAN HOUSE ou PARCERIA com instituições de ensino para uso de seus laboratórios de informática, que servirão como base para os projetos de aula e edição de imagens, e desenvolvimento da comunicação e inclusão na plataforma digital, salientando que o diretor comercial da empresa desenvolverá também papel de educador em relação ao uso de técnicas de edição de imagens para vídeos;
  6. Execução das oficinas que terão 25h aulas por mês, em dois turnos: manhã e tarde, trabalhando com um número de 20 educandos por turma para cada educador, ou seja, 80 beneficiados por mês;
  7. Produção e finalização dos trabalhos para a mostra;
  8. Compilação dos trabalhos criados pelo projeto e articulação para agregar artistas e trabalhos convidados apoiando assim, a inclusão cultural de outros artistas locais que ainda não têm um espaço para mostrar suas obras;
  9. Organização do espaço para sediar a mostra,
  10. Montagem de uma embarcação adaptada para projeção de audiovisual como também aparelhagem de som, servindo como uma “sala flutuante de vídeo” que levará a mostra às comunidades ribeirinhas projetando imagens a partir do rio para a margem, onde estarão os espectadores;
  11. Criação de um blog para que o mesmo sirva como ponto de encontro entre o projeto e a sociedade;

Estas ações repetir-se-ão pelos três meses do projeto, e ao final incluiremos as seguintes ações:

1. Criação de uma biblioteca virtual contendo o material imagético dos educandos;

2. Compilação dos melhores trabalhos para a produção de um DVD com as obras audio-visuais do projeto destinados a distribuição aos alunos, para divulgar o projeto em instituições de interesse para futuras prospecções, visando a continuidade do projeto e para o próprio INVESTIDOR como feedback das ações executadas durante o projeto;

ClipTeaser CINEBARIBE

video

SAVE THE RIVERS TODAY!





O idealizador do Projeto "CINEBARIBE", Ghustavo Távora, foi contratado por tempo determinado de dois anos, pelo Conselho Britânico e o projeto Rivers of The World, para ser um dos arte educadores do Projeto em Recife. Desta forma, foi criado o projeto "Save the Rivers Today" a idéia de uma campanha para preservação do Rio Capibaribe, elaborada por alunos de Recife, que estudam inglês. Estamos buscando parcerias com escolas de idiomas que se interessem pelo projeto.

O "The Thames Festival" acontece nos dias 13 e 14 de setembro, 2008.

Aguardem novidades!

Ghustavo Távora